É vantajoso patrocinar o BBB 23?

Mesmo com a audiência em queda, sendo contabilizada com 15% a menos na última edição do programa, o Big Brother Brasil segue sendo uma das atrações mais lucrativas da Rede Globo. 

Durante os 100 dias de programa no primeiro semestre do ano é possível que marcas anunciem através das cotas disponibilizadas pela emissora. As principais cotas de patrocínio são: Big, com um investimento de R$105,1 milhões, confere a marca visibilidade máxima no programa e se estende ao Multishow e mídias digitais; Camarote, no valor de R$80,2 milhões, garante a mesma visibilidade que as cotas Big, contudo, com menos frequência; e a mais barata, Brother, por R$15,6 milhões, com a visibilidade inferior a das duas anteriores.

As demais cotas oferecem ações a serem realizadas no reality show de acordo com o interesse de cada empresa, isto é, as marcas podem fazer parte das dinâmicas que ocorrem ao longo da competição, como por exemplo, o mercado, almoço do anjo e diversos prêmios.

Marcas dos mais diversos segmentos encontram espaço no programa, havendo cotas exclusivas para produtos de beleza, alimentação, eletrodomésticos e automotivos. Além disso, ainda existem oportunidades na “cota humor” para ações nos quadros humorísticos do programa, assim como no “café com o eliminado” no programa da Ana Maria Braga nas manhãs após a eliminação dos participantes.

Logo no primeiro mês da 21ª edição, o programa já havia rendido aproximadamente R$600 milhões à emissora, da mesma forma, as campanhas durante o programa e seus intervalos, geraram 12 milhões de buscas aos patrocinadores. Assim, é fácil compreender porque, mesmo com o investimento sendo alto, as marcas se interessam em ter suas campanhas no Big Brother.

O McDonald’s é o maior e melhor exemplo de ação publicitária na competição. Em uma festa patrocinada, a marca conquistou mais de 50 milhões de menções em redes sociais e aumentou em 1000% as buscas pelo nome da empresa no Google. Dados esses que demonstram o impacto do merchandising que se utiliza de elementos importantes do marketing e da comunicação, juntamente com a relevância do programa.

Em 2022 o programa teve recorde de patrocinadores, que renderam, incialmente, mais de R$ 700 milhões à Globo. A 23ª edição estreia em 3 meses e 11 patrocinadores já foram confirmados durante o primeiro prazo cedido pela emissora para que as empresas renovem seus contratos com a casa, além de realizar novos contratos. As vagas da cota Big foram devidamente preenchidas pelas marcas: Americanas, Seara e Stone. 

Um dos diferenciais de se anunciar em um reality é a naturalidade que o ao vivo traz em diálogos naturais em relação a marca divulgada, logo, a criatividade para realizar as campanhas ao longo do programa é imprescindível. Porém, esse mesmo diferencial é algo que ocasiona certa insegurança nas empresas, já que não é possível controlar o que acontece entre os participantes e suas próprias ações quanto as marcas. Por isso o planejamento estratégico é importante até mesmo para contenção de repercussões negativas que possam ser atreladas ao nome da empresa.

Ainda que haja certo receio quanto a possíveis impactos negativos às marcas, não há dúvidas quanto ao resultado de se ter uma marca em foco durante os quatro meses do programa com a maior audiência da TV brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe esse post

Esse site utiliza cookies para melhorar sua navegação